terça-feira, março 18, 2014

POEMA PARA MARINA

Tela: Sensualidade
Minha, nina menina.
Ansiosa beleza que nina...
Rutilando no horizonte sem fim,
Impiedosa como a noite.
Não! Um anjo, um castelo, um abrigo...
Amor amigo!

Brilho menina, tão pequena que fascina...
Explode no meu peito, o caminho, a procura por ti,
Nina ou apenas MARINA...
Tu reclamas, mas sempre estarei por perto...
É o fim!
Sem ódio, rego o jardim...
Você menina, nina, simplesmente MARINA!



 Poema  de Alexandre Moreira...
Foto: Tela – sensualidade ( também  de autoria do poeta e artista plástico santareno)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...