terça-feira, dezembro 01, 2015

POESIA É ALÍVIO

Foto: Nilson Vieira

 Não posso desistir da poesia
Nem mesmo se um balde de água fria
Me fizer a alma doer
Nem mesmo me fazendo a vida sofrer
Desistirei da arte que me alivia
Essa coisa de poesia é para mim
O meu viver
É nela que me desloco, que fujo da realidade
E ajusto o meu foco, para livre Voltar a ser

Giano Guimarães

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...