segunda-feira, dezembro 21, 2015

TRACEJO DE POESIA

Foto: Emi Okada
Em cada esquina que passo há um pouco de saudade misturada com novidade. Há ao longe, uma música que relembro. Ela sintoniza minha emoção surgindo  como nostalgia em meio a esse emaranhado de descobertas. Cá no peito, a poesia adormecida se agasalha num silêncio infindo,  em cada novo  instante que se passa. No olhar, a  inspiração de simplicidade me remete a uma indefinível paisagem. Antônimos, sinônimos vão surgindo em meus pensamentos , num eclodir de rascunhos poéticos, dando vida ao verso inacabado. A  rima alegre se contrasta  na estrofe, enquanto o poema  inquieto busca a alegria. Tudo é poesia nessa inquietação de quimeras e metáforas.


Socorro Carvalho

3 comentários:

  1. EU quero um poema teu para ser publicado no Pequenos Delitos.... um poema teu e pronto... erótico ou não.. vindo de ti é soberbo e doce....

    ResponderExcluir
  2. EU quero um poema teu para ser publicado no Pequenos Delitos.... um poema teu e pronto... erótico ou não.. vindo de ti é soberbo e doce....

    ResponderExcluir
  3. Anônimo7:49 AM

    As letras, as palavras, as frases, os textos; os versos, as estrofes, os poemas,... tudo feito com amor só pode ser da menina das letras, Socorro Carvalho. Sempre sentimos o sabor autêntico e com gostinho de "quero mais". Deus conserve esse dom maravilho que tu tens, amiga. Feliz 2016!!!!!!
    Rô Almada

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...