UM PRÊMIO NACIONAL CONFIRMA A IMPORTÂNCIA DA EMISSORA SANTARENA*

 Pe. Edilberto Sena

Cerca de 5 milhões de pessoas na Amazônia podem ouvir programas de 12 emissoras de rádio que compõem hoje a Rede de Notícias da Amazônia que    tem como sede  a Rádio Rural de Santarém. Aos sábados das sete e meia às oito horas esses milhões de ouvintes podem acompanhar o programa- “Caminhos da Amazônia”, de educação ambiental.

   Cada semana, esse programa é produzido em uma das emissoras sócias da Rede, e enviado a Santarém. A Radio Rural funciona como uma intermediadora e distribui o programa entre todas as atuais 12 sócias que transmitem no mesmo horário da manhã. Foi esse programa ambiental, “Caminhos da Amazônia”, que concorreu com dezenas de outros programas de entretenimento e foi escolhido em primeiro lugar nacional, por uma equipe de especialistas em rádio, organizado pela Conferência Nacional de Bispos do Brasil, CNBB, e uma entidade  chamada Signis.

   Que significa esse prêmio – microfone de prata, para os ouvintes, da Rádio Rural e da Amazônia?

Para os e as ouvintes é a certeza de que estão acompanhando um programa radiofônico de boa qualidade e educativo. Para a Rede de Notícias da Amazônia e a Rádio Rural é o reconhecimento nacional de que na Amazônia existem emissoras de rádio competentes e comprometidas com os povos da região.

    Esse reconhecimento nacional é um convite aos ouvintes de rádio, que até hoje não tinham dado importância aos programas da Rede de Notícias da  Amazônia a sintonizarem para colher um noticiário de segunda a sexta feira, das dezessete e trinta às dezoito horas  e o premiado – Caminhos da Amazônia, das sete e meia às oito horas de cada sábado. Certamente quem escuta tais programas na Amazônia fica enriquecido com informações objetivas, aumentando sua consciência crítica sobre a realidade da região.

Estão de parabéns os ouvintes e estão de parabéns os produtores e apresentadores do programa premiado. E a Rádio Rural se contenta de estar prestando um bom serviço educativo radiofônico aos ouvintes do Oeste do Pará e de toda a Amazônia. Esse reconhecimento nacional compensa o sacrifício de se produzir um programa radiofônico cada semana.

Editorial  veiculdao no Jornal da Manhã do dia 20 de julho de 2011
Por Pe. Edilberto Sena - coordenador da Rádio Rural de Santarém
e Presidente da Rede de Notícias da Amazônia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Frases picantes que homens gostam de ouvir na hora do sexo

UMA CARTA PARA MEU FILHO AMADO..

ENFIM... MEUS 18 ANOS DE IDADE!!!