quarta-feira, julho 20, 2011

UM PRÊMIO NACIONAL CONFIRMA A IMPORTÂNCIA DA EMISSORA SANTARENA*

 Pe. Edilberto Sena

Cerca de 5 milhões de pessoas na Amazônia podem ouvir programas de 12 emissoras de rádio que compõem hoje a Rede de Notícias da Amazônia que    tem como sede  a Rádio Rural de Santarém. Aos sábados das sete e meia às oito horas esses milhões de ouvintes podem acompanhar o programa- “Caminhos da Amazônia”, de educação ambiental.

   Cada semana, esse programa é produzido em uma das emissoras sócias da Rede, e enviado a Santarém. A Radio Rural funciona como uma intermediadora e distribui o programa entre todas as atuais 12 sócias que transmitem no mesmo horário da manhã. Foi esse programa ambiental, “Caminhos da Amazônia”, que concorreu com dezenas de outros programas de entretenimento e foi escolhido em primeiro lugar nacional, por uma equipe de especialistas em rádio, organizado pela Conferência Nacional de Bispos do Brasil, CNBB, e uma entidade  chamada Signis.

   Que significa esse prêmio – microfone de prata, para os ouvintes, da Rádio Rural e da Amazônia?

Para os e as ouvintes é a certeza de que estão acompanhando um programa radiofônico de boa qualidade e educativo. Para a Rede de Notícias da Amazônia e a Rádio Rural é o reconhecimento nacional de que na Amazônia existem emissoras de rádio competentes e comprometidas com os povos da região.

    Esse reconhecimento nacional é um convite aos ouvintes de rádio, que até hoje não tinham dado importância aos programas da Rede de Notícias da  Amazônia a sintonizarem para colher um noticiário de segunda a sexta feira, das dezessete e trinta às dezoito horas  e o premiado – Caminhos da Amazônia, das sete e meia às oito horas de cada sábado. Certamente quem escuta tais programas na Amazônia fica enriquecido com informações objetivas, aumentando sua consciência crítica sobre a realidade da região.

Estão de parabéns os ouvintes e estão de parabéns os produtores e apresentadores do programa premiado. E a Rádio Rural se contenta de estar prestando um bom serviço educativo radiofônico aos ouvintes do Oeste do Pará e de toda a Amazônia. Esse reconhecimento nacional compensa o sacrifício de se produzir um programa radiofônico cada semana.

Editorial  veiculdao no Jornal da Manhã do dia 20 de julho de 2011
Por Pe. Edilberto Sena - coordenador da Rádio Rural de Santarém
e Presidente da Rede de Notícias da Amazônia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...