segunda-feira, agosto 08, 2011

LAÉRCIO DE ANINDUBA DEU UM SHOW DE BOLA...



Paralelo ao show de bola dado pelo time da Rádio Rural, na Vila de Carariacá,  surgiu um  “grande repórter esportivo”!! Minael Andrade? Não. Era o  Laércio de Aninduba que inspirado por muita caninha 51 incorporou-se em Minael Andrade e de posse de um toco de pau (como microfone) ficou o jogo todo correndo na beira do campo   comentando, narrando e entrevistando.





 Em meio as muitas narrações e entrevistas estava sempre repetindo, “ Ivaldo eu te escuto todo dia, gosto do esporte da Rádio Rural”. Mesmo estando cheio da cachaça o Laércio conseguiu me roubar muitos flashs... e acima de tudo muitos risos.

Como se quisesse mostrar ao ídolo Ivaldo Fonseca, o quanto entendia de futebol Láercio estava sempre perto da gente “ CICI” se sentindo o Minael Andrade. Ainda mais com tantas fotos. Mais a frente, sentando na beira do campo, estava o “narrador” de fato e de direito (dessa vez inspirado em Ivaldo Fonseca (que é narrador esportivo), de posse de uma folha de papel contendo a escalação dos times,   o outro cidadão ficava  narrando o jogo, o tempo todo. E ainda por cima fazendo as devidas observações, bem ao estilo das narrações de Ivaldo. Como ele estava um pouco distante de mim , não sei se ele anunciava ou não o famoso tic tac do tempo. rsrs


Tenho que admitir que o fato foi muito engraçado e das entrevistas não escapou ninguém, nem mesmo Ivaldo e Sampaio (técnico do time). Apesar do álcool que dominava aqueles dois ouvintes fiquei fascinada com tamanho conhecimento de causa no conteúdo das narrações.

E pude entender que na simplicidade daqueles homens ali se divertindo, a beira do campo, podíamos ampliar a certeza do quanto às pessoas ao longo dessas comunidades respeitam e admiram o trabalho desenvolvido pela Rádio Rural, no caso de Carariacá, o reconhecimento pela equipe de esporte ali representada por Cléo Neves e Ivaldo Fonseca. 





 Ao dois cidadãos meus parabéns  pela manifestação de carinho. Dessa forma conseguiram se divertir e nos divertiram muito  durante aquela tarde. Por detrás do álcool aproveitaram o espaço para quebrar  a timidez e tentar ouvir até mesmo o próprio Ivaldo, que meio sem jeito,  falava pouco e só sabia sorrir e sorrir. 

Ivaldo Fonseca é uma pessoa comum, apenas um excelente profissional do rádio, mas para aqueles homens é um ídolo que eles gostam e admiram de paixão. Da mesma forma que gostam do trabalho dos outros meninos da equipe. Linda manifestação!!!





Sinceramente, não gosto de excesso de bebidas e destesto ver gente  porre, mas naquele caso foi exceção , por entender que tudo aquilo era a maneira deles de expressar o grande respeito pelo nosso trabalho, digo nosso por me sentir parte desse veiculo maravilhoso e tão conceituado que é a Rádio Rural.Um grande abraço a toda turma que mora em Carariacá,  terra de  povo simples e hospitaleiro. E em especial a dupla  "Show de Bola" da rádio cipó instalada  a beira do gramado.



É inspirado pelo carinho e  reconhecimento simples como foi esse expresso por aqueles dois humildes trabalhadores (nossos ouvintes)  que sempre nos juntamos e saímos dos nossos estúdios com ar condicionado para visitarmos o habitat onde vive essa turma que nos prestigia, lá  dentro das comunidades. E eu gosto muito de ver, ouvir e sentir todo aquele calor e amizade, seja no cumprimento ou mesmo naquele cafezinho servido com muita gentileza por cada comunitário.




Cada viagem é sempre maravilhosa, a coordenação que conduz o Show Bola é nota 10, Sampaio e Ivaldo, dispensam comentários. Com muito carinho eles  cuidam o tempo todo de todos e todas, zelando sempre pelo nosso bem estar e nos deixando sempre muito a vontade para nos divertir e apertar a mão daquele povo que tanto respeita nosso trabalho de rádio. 




A dupla: o narrador e o repórter
As Brincadeiras são muitas, mas o respeito sempre está acima de tudo e isso é o mais legal . A alegria sempre fica por conta de Cléo Neves e as suas muitas histórias. E assim prestigiamos as festas e nos divertirmos bastante.



Raik Pereira se divertiu e gostou tanto que permaneceu na festa até a vinheta de encerramento e voltou só pela manhã, no barco da festa. Só que esses detalhes faz parte de outra história que conto depois. Para finalizar só tenho a agradecer ao Sampaio e ao Ivaldo pelo convite  o passeio agradável!! Da próxima vez podem contar comigo que tô na barca...



Socorro Carvalho

SHOW BOLA NA VILA DE CARARIACÁ



Esse final de semana estive visitando a comunidade de Vila Carariacá, na região de Arapixuna.  A viagem foi a bordo do barco motor Capitão Macelo. Logo na saída algo bem divertido (e que, até então, só tinha visto a bordo de aviões). Deixa-me  contar.

 Antes de o barco sair do porto de Santarém o comandante convidou um dos tripulantes da embarcação para fazer a demonstração de uso  do salva-vidas. Gente foi demais. Tal como um comissário de bordo ele colocou a salva 
vidas e quase murmurando explicou os 


procedimentos. ( Desde ai já começou a festa,
pois a explicação foi show de bola) mesmo que não tenhamos entendido nada.

Enfim, achei legal, uma vez que já viajei tanto de barco e nunca tinha recebido esse tipo de informação. Talvez, dessa vez tenha ocorrido  devido o barco estar prestando um serviço a integrantes da  imprensa... (por isso um bom momento para um markenting), quem sabe? (penso que sim).

Após as explicações de uso de salva vidas e “saída de emergência”  o barco saia daqui, encostava ali 
e nessa arrumação atrasou bastante a viagem, antes marcada para as 13 horas.

O objetivo da nossa  viagem  era participar da programação de mais um festival da laranja realizado pela comunidade de Carariacá e também participar e  assistir a apresentação do Show Bola, time da emissora sob o comando do amigão Raimundo Sampaio. (Mas nesse jogo só o  Cléo  Neves representou a rádio dentro do time, (ainda bem, senão... kkkk), o restante do time estava  formado pelos meninos do Santa Isabel e ex jogadores de futebol entre eles: Funil e Luiz Otávio.




Os jogadores já desceram do barco equipados e depois de caminhar uma ponte imensa e subir uma ladeira avantajadajá chegaram no campo em ponto de bala....kkkk O jogo entre  Show Bola  e Seleção de Carariacá foi uma das grandes atrações do festival e no final o placar foi de  2 para o Show Bola e 0 para a Seleção do Carariacá. Cleo Neves, participou do primeiro tempo  do jogo, dessa vez não marcou nenhum dos gols, mas deu um  trabalhinho para os caboclos da vila da Laranja. Ivaldo Fonseca ficou só na lateral do campo marcando presença junto com a esposa Silvia e outros fãs e torcedores.


 Raik Pereira outro colega radialista da emissora, que foi junto com a gente, assim feito eu, ficou só na torcida,  mas a no inicio da noite deu a parcela de colaboração na festa, emprestando a voz  potente para a apresentação e escolha da Rainha da Laranja 2011 e dessa forma contribuindo para um brilhantismo maior na noite de festa.


A festa iniciou por volta das 22 horas sob o comando da Banda Tapajoara comandado pelo velho Marreta. Logo, logo a sede estava lotada e a turma estava animada. Novamente fiquei só na observação dos acontecimentos, claro, de antenas ligadas. (rsrs) O retorno estava marcado para Uma hora da madrugada o que foi cumprido ( mesmo que pareça piada). 


A verdade é que chegamos lá pelas 3 e meia da manhã. Alguns com algumas laranjas na sacola, depois de participar e prestigiar mais um Festival da Laranja, em Carariacá, na Região de Arapixuna.



CONFIRA ALGUMAS FOTOS: 

















O tradicional Festiva da Laranja pelas observações que fiz penso que deveria ser melhor organizado, explorado e divulgado, e com isso levaria  um publico maior para participar e conhecer  aquela bonita comunidade.


Outra observação que não posso deixar de citar foi a GRANDE derrubada de árvores, feitas naquela comunidade, em especial, a derrubada de mangueiras. Conversando com alguns comunitários fiquei sabendo que dentro da mata a dentro é que foi grande o estrago. O motivo? A instalação da linha de  Energia na comunidade. É o progresso e suas vantagens...


Socorro Carvalho

MANO, SULA!! PARABÉNS, CARA!!!FELICIDADES!!!



Ontem, dia 07 de agosto, foi dia de festa e alegria!!
Foi a data de aniversário do meu irmão José Miguel
 conhecido popularmente como “sula” ou “Berg”.
O Miguel  é um “ cara horrível” ( conforme ele classifica tudo...rsrs), mas é legal! Prestativo! De coração generoso (às vezes até mais que a conta), mas é assim que ele é feliz e  gosta de ser.
 Divertido que é uma beleza. 
 Tem a alma de um palhaço nato e de um grande contador de “estórias”, que só vendo a criatividade com a qual conduz o final. rsrs
 Só tem um grande defeito é vascaíno... ufa!! Kkkkk
Tudo bem mano, ninguém tem a obrigação de ser perfeito.rsrs
Ontem ele ficou mais velho, somando mais um ano de vida.
A esse cara, muitas vezes estranho pra caramba,
deixo meus votos de muita saúde e felicidades
e a certeza de que Deus tem grandes projetos ainda  a realizar na vida dele, eu creio muito nisso.
Felicidades Sula!!
Você sabe o quanto Te Amo, né mano Berg?


Saúde e Felicidades, pra você!!!


Um grande abraço

Da sua mana chatinha

Socorro Carvalho





OLHAR INDÍGENA SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS É TEMA DE CARTILHA

Legenda: Ilustração de Emerson Une’E”Upiõ Tserewadzi reproduzida na cartilha

Acaba de ser publicada uma cartilha sobre mudanças climáticas que traz uma ótica diferente sobre o tema. Produzida por 29 alunos do Centro Amazônico de Formação Indígena (CAFI), a cartilha busca traduzir a complexidade do tema para leitores que vivem no contexto das aldeias amazônicas.
O trabalho é resultado de um curso sobre Mudanças Climáticas oferecido pelo Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) em parceria com o CAFI. “A intenção é munir as comunidades indígenas com informações técnicas e científicas, mas com linguagem acessível, o que não é muito comum em documentos sobre o tema”, explica André Nahur (IPAM), um dos responsáveis pela capacitação dos autores.
Segundo ele, tudo foi feito com a participação direta dos estudantes do CAFI. Os textos e as ilustrações trazem o tema das mudanças climáticas para o dia a dia das aldeias. “É ali que os efeitos das alterações do clima são diretamente percebidos pelos indígenas, seja no aspecto natural ou nas adaptações já necessárias nos hábitos dos povos da floresta devido ao aquecimento global”, diz Sônia Guajajara, da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB), responsável pela publicação e distribuição da cartilha.
A iniciativa, segundo ela, foi pensada para assegurar a participação qualificada das comunidades indígenas nos processos de discussão e tomada de decisão no cenário político nacional e internacional sobre as mudanças climáticas. Temas como o mecanismo de REDD (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal) – que deverá remunerar quem mantém de pé as florestas – e os acordos internacionais para redução das emissões de gases de efeito estufa fazem parte do conteúdo da publicação.


A publicação, que deverá circular entre as comunidades indígenas, também está disponível para download. A versão impressa da cartilha também pode ser solicitada através do e-mail secretaria@coiab.rcom.br ou pelo telefone (92) 3184-6567.

VALORIZE

Foto: Arquivo PMS

O dono de um pequeno comércio, amigo do grande poeta Olavo Bilac, abordou-o na rua:

- Sr. Bilac, estou precisando vender o meu sítio, que o Senhor tão bem conhece.

Poderá redigir o anúncio para o jornal?

Olavo Bilac apanhou o papel e escreveu:

"Vende-se encantadora propriedade, onde cantam os Pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo, cortada por cristalinas e marejantes Águas de um ribeiro.
A casa banhada pelo sol nascente oferece a sombra Tranqüila das tardes, na varanda".

Meses depois, topa o poeta com o homem e pergunta-lhe se havia vendido o sítio.

- Nem pense mais nisso, disse o homem.

Quando li o anúncio é que percebi a maravilha que tinha !

Às vezes não descobrimos as coisas boas que temos conosco
e vamos longe atrás da miragem de falsos tesouros.


Valorize o que tens, as pessoas, os momentos....


Desconheço a autoria

*Ainda meio dormindo, ontem pela manhã, ouvi essa mensagem no programa Sintonia Musical apresentado pelo radialista Wander Luís,  na Rádio Rural de Santarém. É uma mensagem maravilhosa que gosto muito e que trouxe para partilhar com você que sempre vem visitar este meu espaço. É uma mensagem de reflexão  para nós que muitas vezes  não damos o devido valor as coisas preciosas que temos ao nosso redor. E só nos damos conta disso quando alguém chega e dá o devido valor, ai quando tentamos valorizar  já é tarde demais.  Ainda falando em  em Wander Luís  ele é o seguidor número 90 deste espaço.




Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...