sexta-feira, abril 27, 2012

EMBRIAGUEZ DE SAUDADE...


É você, a dose preferida da minha bebida.
O sabor do vinho apurado,
Molhando minha boca.
A noite chega, e com  ela  infinitos devaneios...
Fluem no vento, na poeira da minha agonia.
Na miragem de minhas fantasias
Vejo seu rosto, respiro seu cheiro.
É você, lindo, louco, inteiro...
Loucura nua
A  ocupar sem tréguas,nem regras 
Minha mais intima imaginação.
É você, pecado, devoção.
Louco, insensato, travesso.
Delírio que instiga meus desejos
Invade-me inteira
Desvenda meus segredos...
E sem o êxtase de seus beijos...
Sinto esvaziar-me , em segredo.
Por entre  os meus  dedos
Desvairados , cegos,
Vagueiam sedentos       
Do louco intento de ter você (dentro)...
Embriaguez,  saudade,
A molhar suave minha boca...


Socorro Carvalho



* Saudade... devora.
 Mais tarde, não.
 Quero te ver agora..... 
( Jana Figarella)

Um comentário:

  1. Anônimo4:27 PM

    Uau!! Que versos "úmidos"!! Lindos!! srsr
    Help,um forte abraço de alguém distante, mas perto em pensamento.
    Rô Almada

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...