domingo, setembro 23, 2012

ELIXIR DE POESIA

 

No encerramento do  VI Seminário de Letramento do Oeste do Pará os participantes foram brindados com uma deliciosa palestra proferida pelo Professor Dr. Luis Percival Leme Brito, da Ufopa. 
 
De forma dinâmica o professor falou de poesia partilhando com o público os seus autores e poemas preferidos.
 

 

Para iniciar o poema de Pablo Neruda ...

Poema 1

“Cuerpo de mujer, blancas colinas,
muslos blancos,
te pareces
al mundo en tu actitud de entrega.
Mi cuerpo de labriego salvaje
te socava
y hace saltar
el hijo del fondo de la tierra”.

Depois  se seguiu com Camões,  Drummond, Adélia Prado, Fernando Pessoa  finalizando com o poema da Cabra Preta da autoria do poeta paraense Bruno de Menezes. 
 
Uma viagem a essência da poesia... viajei literalmente. De repente, todo o cansaço se foi... e revigorei minhas forças nos versos de cada poema recitado pelo professor tão contagiado pela magia da poesia..

O encantamento, o aroma da poética, a vida e o perfume da poesia em seu mais lindo esplendor foi retratado em cada interpretação do professor.

Um dos momentos impares daquele encontro maravilhoso, que dessa forma  encerrou com chave de ouro.

 
De parabéns estão a professora Sheyla Cruz e toda a equipe de organização do evento. Parabéns também para nós: Almira, Silvia, Marlison, Katiana, Cici, Karen, João Gustavo, Naelson , Odiná e eu que tivemos a alegria de participar de tão significativo encontro com a turma das Letras.

E não tenho dúvidas de que todos nós saímos de lá embriagados de poesia e outros conhecimentos... Que delícia!!!Amo poesia.

Socorro Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...