terça-feira, janeiro 22, 2013

SOLIDÃO


No olhar perdido, direções inexistentes.
Incômodos solitários, vazio sem  explicação.
Páginas  da história, ao vento,  se perdem  ao léu.
Palavras soltas entre quimeras loucas.
Já não encontram o sentido, tudo está perdido.
Os versos estão  tristes,
Os poemas sem inspiração se calam  na solidão.
Silencia a poesia.
No contraste de sentimentos, 
Enigmas se confundem, sem respostas; 
Enquanto a saudade, quase insuportável, 
Aproxima-se,   fria e silenciosa
Nublando o tempo, os sentimentos...
No coração  a dor , o amor...
Rimam esse desvario.
Razão,
 Coração... 
Solidão sem fim.
Tudo está deserto, dentro de mim.

  


Socorro Carvalho

 * Estranha sensação é essa  que estou sentindo...
Acho que é solidão, sei lá...   

Um comentário:

  1. Anônimo2:13 PM

    Esta é uma sensação que todo ser humano passa por ela uma hora, um dia, um mês... Mas sabe-se, de certeza, que num momento qualquer ela vai embora e a vida começa a ganhar aquele colorido de outrora.

    Magnífico texto. Consegues fazê-los em todos os momentos alegres, tristes... de tua vida. Essa é a menina das letras que conheço!!!!
    Rô...

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...