domingo, junho 02, 2013

Aninduba - Literatura às Margens dos Ribeirinhos



Na  noite da sexta-feira (31), seguimos  com destino à comunidade de  Aninduba, na Região de Arapixuna, à bordo do Barco Motor Felipe Neto. A visita à comunidade faz parte do projeto:  “ Literatura às   Margens dos Ribeirinhos 2013/01”.

Na comunidade as atividades  foram  desenvolvida por acadêmicos do curso de Letras da Ulbra com nossa participação da Universidade Federal do Oeste do Pará - Ufopa.

A ação faz parte da Disciplina de Literatura  Infanto juvenil ministrada pela   professora Me. Mara Rejane Miranda de Almeida,   que coordena o Projeto.


Saímos de  Santarém quase meia noite. Fizemos  uma viagem maravilhosa. Uma noite linda,  com   direito a lua e poesia. Para completar amanhecemos já na região de Arapixuna com uma das mais lindas paisagens,  às margens do exuberante Rio Amazonas.

 A paisagem verde, o cheiro do rio e o nascer do sol, tudo de bom. Conjunto de belezas que  só veio encher nossos olhos de contemplação e com isso,  nos inspirar o trabalho  que logo iríamos desempenhar no encontro com a comunidade estudantil da Escola Osman Bentes, da comunidade de Aninduba. 

Na bagagem levamos muita alegria, sede de descobertas e aprendizados. Por entendermos  que cada nova experiência trocada sempre traz um novo aprendizado em nossa vida.


Nossa participação teve apoio do Projeto Rádio pela Educação, Livraria BMT que por meio da Brenda Machado atendeu nosso pedido e nos doou inúmeros livros, que foram doados à escola para formação da biblioteca. 

Contamos ainda com o apoio  da marca  Cobra D’ Agua que através de seu representante José Aluízio Tavares  nos doou dois kits para sorteio.  Não podemos esquecer a contribuição importante  da nossa colega da Ufopa, Jackeline Figueira, aluna do Curso de Pedagogia   que muito contribuiu com sua arte e dedicação na confecção dos painéis que levamos para nossas apresentações.



No grupo   erámos  seis estudantes da Ufopa:  eu (Socorro Carvalho), Marlison Soares, Cláudia Luíza, Katiana Farias, Luciana Pedroso e Tatiane Agra. Dentro do cronograma  nosso grupo ficou com a responsabilidade de trabalhar o gênero textual Parábolas.



O grupo da Ulbra era bem maior, mas também, empolgado e cheio de vontade de partilhar os conhecimentos. Como exemplo,  dessa empolgação, muito cedo  toda a turma já estava de pé e  desde as cinco  da manhã já tinha uma fila diante dos banheiros. Às seis e meia já tinha gente arrumada e tomando café, prontinha e prontinho para executar as atividades.

No rosto,  de cada um e cada uma, era possível ver a alegria e a boa vontade de estar presente dentro do projeto. Assim com todo esse entusiasmo chegamos à comunidade de Aninduba e demos nosso recado. 


A Experiência foi ímpar e melhor que o contato com essa  nossa natureza mágica  e exuberante foi sentir  o contanto direto e o calor da amizade  daquela população linda e receptiva que nos recebeu com muito respeito e alegria.

No final do dia voltamos, um pouco cansados, mas satisfeitos pela missão cumprida e  objetivos atingidos. Certamente muito mais felizes pela alegria de ter partilhado um pouco do que sabemos com aquela turma  especial da escola Osman Bentes, daquela maravilhosa comunidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço sua visita, com breve retorno!! Seu comentário vem somar mais versos em minhas inspirações... grande abraço. Se quiser pode escrever diretamente para o meu email: socorrosantarem@gmail.com

Postagens em destaque

Chuva que rega saudade...

O dia amanheceu chovendo. Passou nublado. A tarde chegou com um tímido  sol .  Ao meu redor,  vejo rastros de saudade a penetrar me...