quarta-feira, janeiro 09, 2013

CHEIRO DE AMOR




De repente fico rindo à toa sem saber por que
E vem a vontade de sonhar de novo te encontrar
Foi tudo tão de repente, eu não consigo esquecer
E confesso tive medo, quase disse não
Mas o seu jeito de me olhar, a fala mansa meio rouca
Foi me deixando quase louca já não podia mais pensar
Eu me dei toda para você

De repente fico rindo à toa sem saber por que
E vem a vontade de sonhar de novo te encontrar
Foi tudo tão de repente, eu não consigo esquecer
E confesso tive medo, quase disse não
E meio louca de prazer lembro teu corpo no espelho
E vem o cheiro de amor, eu te sinto tão presente...
Volte logo meu amor

Maria Bethânia


* Música linda... pra você... estou com saudadesssss.

FERRAMENTAS AUMENTAM PÚBLICO NA BIBLIOTECA MUNICIPAL



A Biblioteca Municipal Paulo Rodrigues dos Santos completará 46 anos. Administrada pela Prefeitura Municipal de Santarém (PMS), através da Secretaria Municipal de Cultura (Semc), a direção do acervo comemora o grande índice da frequência de público. “Resultado da quantidade com diferentes títulos de leitura e a inclusão do sistema de Wi-Fi (intenet). E deve ficar melhor com o funcionamento do Telecentro neste semestre. Mesmo nas férias a biblioteca continua muito frequentada. O alunado do ensino regular está de férias, mas muitos continuam a exercer as atividades de leitura e o acesso à internet. E o diferencial está no público que estuda para concursos e vestibulares”, disse a Coordenadora e bibliotecária, Renata Ferreira.


Dados do relatório anual da  Biblioteca Pública Municipal aponta o cadastro de 2. 531 usuários.  Comtempla um acervo de 12.200 exemplares que  possibilita o atendimento de 115.346.  “A internet continua ser mais um facilitador da pesquisa. Nós tivemos 3.132 usuários na pesquisa digital. Outro segmento de atividade que chamará mais público será quando o nosso Telecentro estiver em funcionamento, uma das propostas de execução do nosso secretário de cultura, Nato Aguiar”, informou a bibliotecária.


No dia 20/01 o acervo público vai completar 46 anos. Haverá uma programação no dia 18/01, por conta da data do aniversário cair no domingo. “Nesse dia vamos passar um sequência de documentários sobre a cidade de Santarém. E vamos premiar os nossos leitores que mais fizeram empréstimo de livros”.

Para Ailla Caroline Batista  de 17 anos a leitura só contribui positivamente para vida do cidadão. “ A biblioteca municipal é muito importante na vida de quem quer crescer.  Importante para o desenvolvimento intelectual de toda sociedade. Eu venho quase todos os dias durante a semana. Aqui é um ambiente muito agradável”.

Histórico:

A Biblioteca Municipal Paulo Rodrigues dos Santos foi fundada em 20 de janeiro de 1967, pelo prefeito Dr. Everaldo de Souza Martins, localizada no prédio da Câmara Municipal da época, antigo Theatro Victória. Em 1975 o Diretor Presidente da Casa da Cultura, Wilson Dias da Fonseca transferiu a Biblioteca para o prédio atual.
Em 22 de junho de 2006, o governo municipal de Santarém em parceria com a Fundação Cargill no município, após seis meses de reforma do prédio, reinaugurou a Biblioteca.
O projeto de revitalização visou à reforma, atualização do acervo com aquisição de 2.000 novos livros, capacitação dos funcionários, informatização, capacitação de professores da rede pública municipal e criação de uma sala multifuncional com brinquedoteca.

Funcionamento da Biblioteca:

O funcionamento da Biblioteca Municipal Paulo Rodrigues dos Santos prossegue no horário normal, de 8h às 18h. De segunda à sexta-feira.

Entrevistas e informações podem ser adquiridas com Nato Aguiar ( Secretário Municipal de Cultura – Semc) / Renata Ferreira ( Coordenadora e bibliotecária/Biblioteca Municipal de Santarém) 9164-0999



Alciane Ayres (Ascom - Sec. Mun.de Cultura/Semc)

ESTOU COM SAUDADES...


É mais um dia sem você...
Da janela, de onde estou,    vejo o movimento de tudo que se passa na rua, daqui vejo  carros e pessoas que vão e vem, numa pressa absurda, não sei aonde vão neste cenário de um transito louco e agitado. E nessa velocidade do tempo a vida vai seguindo seu curso, indiferente  ao meu olhar . A paisagem nublada traz  nostalgia e saudade.

O tempo passa apressado, as horas se vão e em cada uma delas aumenta o vazio e a solidão, dentro de mim. Da janela,  vejo o céu, nuvens escuras  nublam o cenário do meu olhar, e ao longe vejo uma  chuva indecisa que  não vem...

Estou com saudades...
Então, dispo-me da cultura da MPB e  dos conceitos  intelectuais  e   visto-me de sertanejo  e ao fundo ouço Bruno e Marrone. Eles  cantam  e realçam essa saudade imensa,  quase infinda,  em meu coração. 

Hoje...
Que se dane o intelecto de  Gil, Caetano, Buarque,  Betânia, Gal, Neruda, Drummond, Quintana. Não. Hoje, não quero sonetos imortais, não quero versos, nem estrofes prontas, só quero mesmo é  sentir , da forma mais simples, a vasta embriaguez desse amor natural nascido em   minhas entranhas...

Em cada música, uma vontade louca de  fugir, embarcar nas ilusões e  nessa viagem  quem sabe te encontrar ou talvez  me livrar dessa solidão que sinto na ausência  desse amor que me acorrenta, me prende e feito visgo está grudado aqui na minha pele e dentro do meu coração...

Nada tem sentido. Tudo ao meu redor está indiferente. Ignoro tudo e cada voz, mesmo conhecida,  me parece um som desconhecido. Tento interpretar as palavras, mas nada entendo. Cada frase me soa  cheia de incógnitas  indecifráveis. E só consigo entender essa falta que me  consome. As pessoas conhecidas se tornam estranhas e sinto-me perdida  dentro do desconhecido, desprovida de tua presença e teu sorriso. 

Neste momento só queria era me embriagar na bebida de tua fonte, agora tão distante, e  nessa embriaguez matar essa sede que não tem fim. Minha intrépida loucura se faz  desejo ardente e saliente se faz chama,  que chama por você. Onde está você, meu amor? Preciso te achar, antes que a minha poesia enlouqueça, sem ter você, aqui... 

Bruno e Marrone continuam cantando. Brega, eu? Jamais. Sou humana e as vezes me permito  o direito de emudecer  meu eu lírico e me deixar ser eu mesmo, sem máscaras, metáforas e   utopias... Oh, saudade danada... Que não passa. Que faço eu?


Socorro Carvalho
Santarém,08.01.2013

QUER ANUNCIAR E VENDER COM QUALIDADE ? CONHEÇA A D2! PRODUÇÃO...




A D 2 ! PRODUÇÃO - Áudio, Vídeo e Fotografia é uma  empresa publicitária santarena  de propriedade do Publicitário Eduardo Dourado e  que está preparada  para atender aos  seus clientes com espaço, comodidade,  equipamentos de última geração e profissionais qualificados.

No espaço físico, andar térreo , a   D2!  PRODUÇÃO tem a  disposição dos clientes   estúdios, salas  climatizadas e equipadas com  notebook, telefones com fax, scanner, Internet  e também banheiro. 

No andar de cima  a D2    dispõem   de  estúdio com isolamento acústico, iluminação profissional, teleprompter, Chroma key, cenários virtuais além de câmeras e microfones profissionais para garantir uma produção de vídeos de qualidade aos  clientes.







Além do espaço e dos equipamentos de primeira linha a D2 PRODUÇÃO tem a frente da equipe o Publicitário Eduardo Dourado ou simplesmente Dudu Dourado.

Eduardo Dourado é um dos maiores e melhores publicitários do Oeste do Pará, sempre preocupado em produzir o melhor e ofertar qualidade e retorno aos clientes.

Quer ver sua empresa despontar   no mercado prepare seu material publicitário  com a D 2 PRODUÇÃO do Eduardo Dourado. Louco, porém com as melhores sacadas da  publicidade!!   

Socorro Carvalho

PASTORAL DA JUVENTUDE LANÇA 6º CONGRESSO


Na manhã desta terça, 08, aconteceu o lançamento oficial do 6º Congresso da Pastoral da Juventude (PJ) da Diocese de Santarém. O lançamento ocorreu através de uma coletiva à imprensa local, às 09h na sala do Setor Juventude (Centro Diocesano de Pastoral), e foi promovido pela coordenação diocesana da PJ. O 6º Congresso será realizado no período de 22 a 24 de fevereiro deste ano, em dois locais: no salão da paróquia São Raimundo Nonato e no colégio São Raimundo Nonato. É destinado aos jovens das 11 regiões pastorais da Diocese de Santarém (15 por região), aos movimentos jovens eclesiais, alunos de escolas e de universidades.

Também foi definido o tema: “Juventude, Fé e Vida na Amazônia”, e o lema: Jovem, força da civilização do amor. Nos três dias serão abordados quatro assuntos ligados à realidade juvenil: a cultura, a educação, o trabalho e os grandes projetos instalados na Amazônia. Também serão realizadas palestras sobre o Ano da Fé e os 50 anos do Concílio Vaticano II.

Durante a entrevista, a coordenadora da PJ, Karina Rocha, disse que o 6º Congresso é fruto de uma reflexão feita com os grupos de jovens das áreas pastorais que sentiram a necessidade de fortalecer o trabalho pastoral, além de discutir sobre a realidade atual da juventude de vive nesta região da Amazônia.
Tiago Rocha, auxiliar da coordenação da PJ, que também esteve presente, destacou alguns desafios que precisam ser enfrentados pelos jovens e que estes necessitam de apoio das instituições públicas e religiosas. Ele lembrou que os jovens são as maiores vítimas da violência, e a fé e a justiça são os elementos que podem ajudar a transformar tal realidade.

Para o assessor da Pastoral da Juventude, Padre Edilberto Sena, o tema do 6º Congresso já é uma demonstração de que a juventude tem um compromisso com a defesa da Amazônia e seus povos. “A luta em defesa da Amazônia é um compromisso profético de todos que vivem aqui, e a juventude está tomando consciência disso”, ressaltou.

Como parte da preparação será refletida pelos jovens e comunidades uma cartilha com quatro encontros, a respeito dos assuntos a serem discutidos no 6º Congresso.
A partir desta terça, as inscrições estão abertas e podem ser feitas no Centro Diocesano de Pastoral (sala do Setor Juventude).

O 5º Congresso aconteceu em 2006.


Ercio Santos – Pastoral da Comunicação/Diocese de Santarém

Postagens em destaque

VERSOS, PARA MEU NETO...

Um dia você chegou... Trouxe consigo o melhor verso. A brisa que acaricia, O vento que embala. Seu sorriso trouxe o alvorecer.   ...