sábado, dezembro 22, 2012

ESTOU OUVINDO BOTEQUIM COM CELSO RABELO



Que massa!! Neste momento, estou aqui passando o tempo e ouvindo meu amigão Celso Rabelo direto dos estúdios da Difusora de Macapá... O Celso é chato ao extremo, sempre conseguiu e até hoje ainda consegue  me tirar do sério. rsrs Mas sem dúvidas ele foi um dos grandes companheiros que conheci no meio da comunicação santarena, ainda na Rádio e Tv Ponta Negra! 

Cada históriaaaaa ele fez e viveu. Um excelente profissional e um grande companheiro. Era o "Severino" da rádio Ponta Negra e sempre estava lá disposto a ajudar se necessário. Muitas vezes, em finais de semana era ele .que descolava a alimentação pra nós, até com direito a sobremesa e tudo, de onde vinha? Hum! Ai eu não posso contar de jeito nenhum. rsrs 

O nome do programa do Celso é Botequim,mas acho que  ficava melhor " A hora do Corno" ... kkkkk com todo respeito. Ao saber que eu estava ouvindo fez uma seleção especial e conseguiu me fazer viajar no tempo... lá pelos idos de 1990 - 1992...bons tempos.Uma  viagem! Lembrei inclusive do grande Paulo Araújo, com o  som do carro de externa da tv,  em alto volume. 

E uma das músicas q muito marcou esse tempo foi Andorinha Machucada com Zezé Di Camargo e  Luciano, porque será? rsrs Eu não sei.   

 E sabe que nesse lance de ficar aqui ouvindo o programa do Celso acabei mergulhando em muitas lembranças... e quantas lembranças boas. De repente, ele fez eu retornar lá em outros tempos , o inicio de tudo... nossa.  Até Foge de Mim com Xitãozinho e Xororó , Brincar de ser feliz... ele tocou,  você ainda  lembra? Eu jamais esqueci. Quanto tempo heim... nossa!!Bendita tecnologia!! E agora pra variar vem Roberta Miranda cantando... São tantas coisas... Só faltou ser Moreno... ai seria  demais para minhas emoções... 

Valeu Celso, por fazer me retornar a tantas boas lembranças!!Lembranças que se foram e  outras que se concretizaram e se petrificaram  em forma de amor,  aqui dentro desse peito... ufaaa! Chega... rsrs
Muito bom encontrar as velhas amizades... Feliz Natal e ótimo Ano Novo para você e sua família, Celso.


Abraços e sucesso!!



Socorro Carvalho

TER AMIGOS É TUDO DE BOM

Euzinha e minha amiga Rosa Rodrigues
Amigos são as pessoas que estão ao seu lado na alegria e na tristeza e que topam qualquer programa, por mais inusitado que seja, só pelo prazer da sua companhia. Mas há outras vantagens em ter alguém em quem confiar. Uma pesquisa da Universidade de Brigham Young, nos Estados Unidos, mostrou que a amizade faz bem à saúde. Ela pode aumentar em até 50% a taxa de sobrevivência de um indivíduo diante de adversidades à saúde física e mental. Não ter amigos, por outro lado, pode ser tão ruim quanto fumar 15 cigarros por dia ou ser alcoólatra.


Amigas de fé e de verdade, ela  sempre me dá o ombro quando mais preciso...
Segundo a professora Claudia Barcellos Rezende, do Departamento de Ciências Sociais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), isso acontece porque o ser humano precisa viver em grupo. "Como essa é uma questão importante em nossa sociedade, as pessoas com dificuldade de manter amizades devem ser mais infelizes ou tristes. Isso pode ter algum efeito na saúde", explica.
  

Euzinha e meu amigo César Sousa
 A falta de amigos faz aflorar o sentimento de não pertencer a um grupo. "Isso diminui a autoestima e a capacidade de a pessoa perceber melhor a si mesma", afirma, por sua vez, o psicólogo Waldemar Magaldi. E fique atento: amigos são diferentes de colegas. "A amizade exige uma troca, é uma relação de interesse mútuo, na qual duas pessoas fazem bem uma à outra", explica.


Amigos sempre , mesmo entre tapas e beijos... rsrs...ele me faz muita raiva, mas  gosto desse louco.
 Isso pressupõe uma confiança que não existe entre colegas. "No amigo, você pode confiar. Ele estará presente e vai apoiá-lo em todas as situações", acrescenta Claudia. Outra forma de identificar quem está mais próximo é saber que a amizade faz bem, enquanto relações com interesses unilaterais são "patológicas e doentias", conforme define o psicólogo. Ou seja: se você sentir que o "amigo" não se importa muito com sua felicidade e seu bem-estar, desconfie.

Como um companheiro para todas as horas é uma joia rara, cuide bem do seu. Saiba ouvir os problemas dele, procure não ferir os sentimentos do outro, ajude-o quando ele estiver desanimado, e, sobretudo, seja sincero. "Quanto mais transparente uma pessoa for, mais fortes são os vínculos de amizade. É uma relação que vai além do tempo e do espaço", completa Magaldi.

                                                                                                                                 
    Fonte: Portal Vital

DICAS PARA PLANEJAR O PRÓXIMO ANO

Foto: Henglein and Steets/cultura/Corbis

Todo final de ano é a mesma coisa, não tem jeito. As pessoas fazem uma retrospectiva e avaliam o que construíram e o que deixaram de fazer no ano que está terminando e, embora seja um momento de muitos conflitos - e algumas vezes decepções -, todos carregam em si um sentimento único de esperança.
Afinal, é um novo ciclo que começa, uma oportunidade de se reinventar e renascer.

De acordo com a psicoterapeuta Dulce Barros trata-se de um sentimento bastante comum e muito produtivo. "Não importa o que se conseguiu ou não, mas todos aprendemos com os sucessos ou decepções. É preciso considerar esse aprendizado para traçar novos objetivos", explica.

Então, se você já está avaliando os prós e contra do ano que passou, mas não sabe como se organizar para ter um 2013 ainda melhor, a especialista ensina uma técnica para planejar o novo ano, mas sempre avaliando o ano que passou. Pegue papel, caneta e faça a sua autoavaliação.

Primeira etapa:

1) Quais eram os seus objetivos para 2012, você os tinha?
2) Se positivo, quais conseguiu concluir?
3) Em relação aos objetivos atingidos, como pretende lidar com eles no próximo ano?
4) E os que não concluiu, tente definir o porquê?
5) O que aprendeu nesse ano?
6) O que percebeu sobre você com o que aprendeu?
7) Agora liste: Medos, Temores, Receios
8) Se não os tivesse teria feito uma lista diferente dos seus objetivos?
Segundo a psicoterapeuta, o autoconhecimento é a única forma de enfrentar os próprios medos e, consequentemente, modificá-los. Por isso, devemos trabalhá-los.

Segunda etapa:

1) Após responder as questões, guarde-as em sua memória. Coloque-se em estado de relaxamento (uma música suave pode ajudá-lo).
2) Com base no que já foi respondido, tente lembrar-se do Natal e Ano Novo em 2011-2012 e os planos que traçou naquele exato momento. E aos poucos proponha diferentes expectativas para 2012-2013.
3) Vamos focar em 2013. O ano começou. Imagine como pretende viver esse novo ano? Quais as decisões e caminhos que deseja seguir e como desenvolvê-los ao longo do ano?
4) Qual será o nível de esforço que terá que fazer para atingir esses objetivos?
Barros ainda aconselha colocar todos os objetivos no papel e tentar estabelecê-los por período, pois, dessa forma, você poderá avaliar melhor as atitudes necessárias para atingir os seus objetivos. "Faça o que de ti depende, de resto seja apenas firme nos seus propósitos e tranquilo. E para isso, diferencie o que depende apenas de você e o que não depende", sugere.

PESQUISAS AFIRMAM QUE SOLIDÃO É PREJUDICIAL À SAÚDE


Katiana Farias, Marlison Soares e euzinha - Letras - Ufopa

A Universidade Brigham Young, nos EUA, descobriu que pessoas que vivem rodeadas de amigos e vizinhos podem viver até 50% mais do que quem vivem só. A pesquisa estudou a influência dos círculos sociais sobre a saúde. E afirma que solidão pode ser pior que obesidade à saúde.


Taty Agras, Almira a Mylla e Cláudia Luíza - Letras - Ufopa

Publicada na revista PLoS Medicine a pesquisa analisou dados de cerca de 150 estudos. Os pesquisadores norte-americanos acreditam que ter poucos amigos pode ser tão prejudicial à sobrevivência de uma pessoa quanto fumar 15 cigarros por dia ou ser alcoólatra, por exemplo. A solidão pode até ser mais prejudicial que a obesidade.



Sílvia Letícia e Aron Carlos - Letras - Ufopa

Tomar conta de outra pessoa, segundo os cientistas, nos leva a cuidar melhor de nós mesmos. Uma das líderes do estudo, a pesquisadora Julianne Holt-Lunstad, afirmou que quando alguém está conectado a um grupo e se sente responsável por outras pessoas, cuida melhor de si e assume menos riscos.



Nelcivane a Cici,  Daniela  Mota e Maurivânia - Letras - Ufopa

A pesquisa aponta que a falta de apoio social diminui as chances de sobrevivência mais do que a obesidade e sedentarismo. Para obterem os resultados o estudo analisou 300 mil pessoas, de todas as idades, nos quatro continentes por sete anos, sem levar em conta o estado de saúde inicial. As redes sociais, aparatos modernos e novas tecnologias, segundo pesquisadores, podem levar as pessoas a acreditarem que não necessitam de um convívio cara a cara, o que é perigoso.



Luciana Pedroso e Luíza Cláudia  - Letras - Ufopa

O autor do livro Solidão, o psicólogo John T. Cacioppo, afirma que o isolamento é uma "dor social", que pode causar males físicos e mentais graves, já que os seres humanos são mais interdependentes do que acreditam. Cacioppo é criador da neurociência social e sem eu livro mostra as consequências do isolamento das sociedades do século XXI, que se afastam cada vez mais de suas referências ancestrais que indicam a necessidade de convívio. Nossa espécie humana precisa estar segura em seus laços e estar satisfeita, entre outras coisas, para que viva com saúde e bem estar.

João Tobias e Zanara - Letras - Ufopa



 Imunidade e solidão

Um outro estudo, recém-concluído, da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, afirma que pessoas que se queixam de uma vida reclusa possuem genes menos ativos na proteção contra vírus. "Os sociáveis estão naturalmente mais propensos a contrair viroses porque estão em maior contato com outros indivíduos", afirmou o psicólogo Steve Cole, líder do trabalho.

Quem vive afastado do mundo está menos exposto a micróbios mas acaba apresentando um sistema imune, mas que não tem tanta necessidade de enfrentá-lo. Em compensação as defesas deles passam a se concentrar nas bactérias, o que gera uma reação inflamatória recorrente.
Solidão contagiosa
Outro estudo de Universidades americanas sugere ainda que a solidão pode se espalhar entre grupos de pessoas. A pesquisa da Universidade da Califórnia San Diego, Universidade de Chicago e de Harvard descobriu que pessoas solitárias tendem a dividir a solidão com outras pessoas. Desta maneira, essas pessoas acabam, em grupo, se afastando dos seus círculos sociais.

LEITORA DAS MINHAS INSPIRAÇÕES

 Maureen Ferreira!!

 Todo meu carinho e abraço especial vão à sra. Maureen Ferreira, ela que é uma das  leitoras assíduas das minhas inspirações etc...

A descobri e a conheci, por acaso,  no  último sábado (15),  na sacristia da  Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, por ocasião da chegada do Bispo da Diocese.

Mesmo sem me conhecer dona Maureen  se aproximou e me disse que acessa e lê todos os dias o meu blog. Foi assim, muito legal ver e ouvir a forma carinhosa como ela falou. Fiquei feliz e lisonjeada pela notícia. Dona Maureen   é irmã do meu colega  de trabalho da Rádio Rural,  Sinval Ferreira!! A ela vai meu abraço com o agradecimento pelo carinho e por aumentar as estatísticas de acessos do meu blog. Um  grande abraço  e continue sempre, por aqui, junto de nós. 




Tenha um abençoado Natal e um Ano Novo inspirador.

Abraços

Socorro Carvalho 

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...